Medicina Integrativa

Medicina Integrativa

Medicina Integrativa

Preconiza uma parceria entre o paciente e o médico no processo de cura.

Considera todos os fatores que influenciam a manutenção da saúde e o aparecimento das doenças, inclusive o corpo, a mente e o espírito, bem como a comunidade (apoio social).

Reconhece que a boa medicina precisa ser baseada em boa ciência, devendo ser investigativa e aberta a novos paradigmas.

Usa métodos e terapêuticas naturais, efetivos e não invasivos sempre que possível.

Utiliza conceitos cientificamente comprovados na promoção da saúde, na prevenção e no tratamento de doenças.

Os princípios que definem de Medicina Integrativa:

1. Paciente e médico/terapeuta são parceiros no processo de cicatrização.
2. Todos os fatores que influenciam saúde, bem estar e doença são levados em consideração, incluindo a mente, espírito e a comunidade, bem como o corpo.
3. O uso apropriado de ambos os métodos, convencional e alternativo, facilita a resposta inata de cura do corpo.
4. Efetivas intervenções que são naturais e menos invasiva, devem ser usado sempre que possível.
5. Medicina Integrativa não rejeita a medicina convencional (são parceiros no processo de cura), bem como, nem aceita terapias alternativas aleatoriamente e sem critério clínico e científico.
6. Boa Medicina é baseada em boa ciência. É orientado a questionar e estar aberto a novos paradigmas.
7. Ao lado do conceito de tratamento, os conceitos mais amplos de promoção da saúde e da prevenção da doença são fundamentais.
8. Profissionais de Saúde de Medicina Integrativa devem exemplificar os seus princípios e comprometer-se a auto-exploração e auto-desenvolvimento.

A Clínica Dhâranâ apresenta a seus pacientes uma série de modificações do estilo de vida, orientação alimentar, atividade física adequada e personalizada para cada pessoa associado à suplementação alimentar e de vitaminas , sendo assim , realiza um grande avanço na vitalidade dos mesmos.
Medicina Integrativa
Medicina Integrativa é a união da medicina tradicional com a medicina alternativa e complementar, proporcionando ao paciente os benefícios de ambas. A Medicina Tradicional corresponde as especialidades medicas conhecidas (ginecologia e obstetrícia, ortopedia, dermatologia, urologia, clinico geral, cirurgia geral, etc.) e a Medicina Alternativa e Complementar (Medicina Tradicional Chinesa atraves da Acupuntura, Fitoterapia, Homeopatia, Ortomolecular, etc…) Este conjunto de diagnósticos aliado ao tratamento proporciona ao profissional tratar todas as funções orgânicas, enzimáticas, endócrinas e metabólicas.

Sabemos que 90% das medicações que são feitas, dão resultados apenas para 30% da população, assim sendo a maioria dos pacientes necessitam do total equilíbrio das funções de todos os órgãos e sistemas, pois os mesmos se apresentam em deficiência, na qual a mesma impossibilita a regeneração e renovação do organismo. Nosso corpo apresenta centenas de reações química simultâneas a todo instante para obtenção da homeostase (equilíbrio), logo, nosso corpo , mente e espírito devem estar íntegros para atingirem a plenitude do tratamento e responderem adequadamente as medicações administradas a ele. Este conjunto de medidas determina assim a possibilidade de poder solucionar e ate mesmo conseguir a cura dos diversos males que atingem a população – você.